ACADEMIA

tok china e loja de motos

tok china e loja de motos

sexta-feira, 5 de maio de 2017

Agricultor do Sertão desafia seca e obtém resultado positivo com sorgo, milho e palma


O calendário marcava janeiro e ainda nem havia chovido no Sertão, mesmo assim o agricultor Gregório Ferraz começou a plantar sorgo , milho e palma, na Fazenda Ema, na divisa entre os municípios de Floresta e Serra Talhada. O objetivo era implantar as cultivares a fim de fazer silagem para alimentar os animais, nos meses de estiagem. “Tenho  um rebanho de 100 cabeças, entre bovinos e caprinos, que cuido, dou vacina, mas de agosto a setembro, não chove e faltava ração para os animais”, conta ele, que considerava as terras improdutivas.
Para iniciar a plantação, Ferraz buscou orientação dos pesquisadores da Estação Experimental de Serra Talhada, do Instituto Agronômico de Pernambuco (IPA). Seguindo as informações obtidas, ele começou a utilizar um  poço de 2,5 mil litros e a técnica de fita de gotejamento para a irrigação. Ele contou ainda com uma máquina para arar a terra, emprestada pelo IPA, que também designou técnicos para acompanhar todas as etapas do processo produtivo, do cultivo, passando pela colheita até chegar ao processo de silagem.
O  resultado é sucesso total, tanto na produtividade qualidade dos produtos obtidos. “O alimento para o rebanho está garantido”, comemora Ferraz. A expectativa é de colher 11 toneladas, sendo quatro toneladas de milho, seis toneladas de sorgo e uma tonelada de palma. “O resultado é excelente, tendo em vista que o cultivo começou com quatro quilos  de milho, quatro quilos de sorgo e um punhado de semente de palma, plantados em apenas 1 hectare de terra”, destaca o supervisor da Estação Experimental de Serra Talhada, Eraldo Cavalcante.