ACADEMIA

tok china e loja de motos

tok china e loja de motos

segunda-feira, 12 de junho de 2017

Parque de Exposição de Sertânia foi abandonado pela antiga gestão, alega atual prefeito


O Parque de Exposição Professor Renato Moraes, localizado em Sertânia, no Sertão do Moxotó, foi encontrado pela gestão do prefeito Ângelo Ferreira (PSB), em estado de abandono. O local, que recebe a Exposição Especializada em Caprinos e Ovinos, conhecida como Expocose, a maior da região no segmento da caprinovinocultura, foi abandonado e deteriorado pela antiga gestão, segundo denuncia a atual gestão.
As estruturas estão sem telhado, toda a rede elétrica dos espaços está repleta de “gambiarras” e a vegetação toma conta do Parque. A programação do evento deste ano, que volta a acontecer entre os dias 05 e 09 de julho, já foi divulgada com antecedência pelo gestor no dia do aniversário de Emancipação Política do município, ainda no mês de maio.
A administração municipal, por meio da Secretaria de Infraestrutura e Projetos Especiais, já iniciou a reforma em toda a estrutura do Parque, para oferecer segurança aos frequentadores do evento, que espera receber cerca de 100 mil pessoas nos cinco dias de programação.
O ex-prefeito Guga Lins se defende em nota, onde diz: novamente estamos aqui, mostrando a cara para o nosso povo, povo este que temos o maior respeito e apreço, para dizer que mais uma vez usam de má fé para denegrir-nos. Queremos esclarecer para comunidade sertaniense que o Parque de Exposição Renato Moraes foi entregue ao secretário de Agricultura e atual vice-prefeito, Antônio Almeida, isso em bom estado, como constam documentos assinados pelo mesmo, no ato de recebimento do citado Parque de Exposições. A vegetação que hora impera no recinto do Parque é ocasionada por conta das chuvas, que graças a Deus caíram com maior intensidade em nosso município este ano, e a nova gestão só começou a realizar a manutenção do Parque as vésperas do acontecimento do evento da Exposição que acontecerá no inicio de julho, ou seja, abandonaram o parque por seis meses, e o mato cresceu naturalmente.