ACADEMIA

tok china e loja de motos

tok china e loja de motos

quinta-feira, 10 de agosto de 2017

Estudos apontam para um bom inverno em 2018 na região Nordeste


Depois de cinco anos com safras frustradas por causa da estiagem, 2017 foi bem melhor para os produtores do Nordeste do Brasil. O cenário ainda está bem longe do ideal, mas os volumes acumulados de chuva permitiram maior produtividade, principalmente no oeste da Bahia. O episódio de La Niña, mesmo fraco, contribuiu para o regime de chuvas na região, o que deixou muito produtor esperançoso.
Neste momento, estamos vivendo um momento de neutralidade climática do oceano Pacífico equatorial, sem El Niño e nem La Niña. No entanto, projeções indicam um ligeiro resfriamento do Pacífico para o próximo verão, o que pode caracterizar um La Niña para 2018. Se o fenômeno for comprovado, será mais uma safra de chuvas melhores para o Nordeste.
“Obviamente que recuperar todo o déficit hídrico não é algo fácil. Precisaríamos de 3 a 5 verões com chuvas acima do normal”, explica o climatologista da Somar Meteorologia, Paulo Etchichury. De qualquer maneira, o cenário é bem mais favorável para o Nordeste, de acordo com as previsões climáticas.