ACADEMIA

terça-feira, 8 de outubro de 2019

Prefeitura de Sertânia continua sem pagar premiação da Expocose 2019, acusa criadores


Criadores da caprinovinocultura, após 3 meses, da 47ª Exposição de Caprinos e Ovinos de Sertânia, acusam a Prefeitura Municipal por ainda não terem recebido as suas premiações.  O evento aconteceu entre os dias 24 a 28 de julho.
Os criadores já não sabem mais a quem recorrer, tanto que na próxima semana estão planejando, se a premiação não for paga, invadir Sertânia e acampar em frente à Prefeitura para cobrar o que lhe é de direito.
“Não é possível que isto esteja acontecendo na capital da caprinovinocultura, onde toda vida participamos desse evento, vindo de todos os cantos do Brasil e agora somos tratados assim. O prefeito não nos paga e nem nos dar uma satisfação, disse um criador indignado com a postura do gestor.
O sertaniense, criador tradicional e premiado Brasil a fora, conhecido por “André Gígio”, diz está cansado de postar em suas redes sociais pedindo para que o prefeito Ângelo Ferreira pague a ele e a outros criadores, mas é perdido, o prefeito faz ouvido de mercador e não paga mesmo.
Os criadores dizem que a Prefeitura está nadando em dinheiro, pois recebe através do ISS pelas obras da transposição do Rio São Francisco cerca de um milhão e duzentos mil reais por mês, não sendo possível que a Prefeitura não tenha dinheiro para pagar uma premiação daqueles que ilustram a cada ano o evento. “Eu mesmo nunca mais participo dessa exposição, isso é uma falta de respeito”, disse um criador. Com informações do site Tribuna do Moxotó.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Observação: somente um membro deste blog pode postar um comentário.