ACADEMIA


quinta-feira, 31 de março de 2022

Polícia interrompe velório e retira corpo de influencer morta em hotel


Após uma denúncia anônima, a Polícia Civil e o IML (Instituto Médico Legal) do Paraná interromperam o velório da digital influencer Ellen Jacqueline da Silva, 39 anos, e retiraram o corpo dela do local para apurar as causas da morte. A cerimônia ocorria na Capela Mortuária do Parque Jamaica, em Londrina (PR), a 386 km de distância de Curitiba.

Na última segunda-feira (28), ela foi encontrada morta em um hotel da cidade. Inicialmente, a causa do óbito constou como sendo de forma natural. Porém, uma denúncia anônima fez com que as investigações da morte fossem retomadas, o que exigiu que o corpo voltasse para análise pericial no mesmo dia.

“Houve uma denúncia dando conta de que a morte teria sido provocada de forma violenta. Em razão disso, o corpo foi encaminhado para necropsia. Vamos abrir um inquérito para apurar. Ainda não temos nada de concreto, como medida de cautela, pedimos esses exames para dar início ao inquérito”, diz o delegado Hernandes Alves, responsável pelas investigações.

Porém, a nova análise não apontou vestígios que indiquem morte violenta, de acordo com avaliação preliminar do Instituto Médico Legal. Os resultados definitivos dos exames – que vão dizer a causa da morte – só devem ser conhecidos em até três meses. Por conta da avaliação preliminar, o corpo foi liberado ainda na segunda-feira para ser enterrado.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Observação: somente um membro deste blog pode postar um comentário.