ACADEMIA

quarta-feira, 6 de novembro de 2019

Avião em que estava o governador Paulo Câmara sofre pane no Recife


Um problema técnico, detectado no avião em que embarcou o governador Paulo Câmara (PSB), atrasou o voo para São Paulo em mais de uma hora. A decolagem, prevista para as 13h50, só aconteceu por volta das 14h50 ontem. Depois de todas as averiguações, o voo 01447, operado pela companhia Gol, seguiu do Recife para o Aeroporto de Congonhas, sem a necessidade dos passageiros trocarem de aeronave.
No avião também estavam os secretários de Desenvolvimento Econômico, Bruno Schwambach, e de Imprensa, Eduardo Machado, e o coronel Alexandre Lima, ajudante de ordem responsável pela segurança pessoal do governador. Paulo Câmara viajou para São Paulo para uma reunião com o presidente da Ambev no Brasil, Jean Jereissatti, na manhã de hoje, quando anunciará um novo investimento para o estado.
No início da noite de ontem, a assessoria de imprensa do governador afirmou que o problema com a aeronave foi resolvido rapidamente e a comitiva já estava na capital paulista. Em nota, a Gol informou que o avião apresentou uma limitação técnica antes de decolar e “lamenta os transtornos causados por esta situação e reitera que tais medidas são para garantir a segurança”. 
Amanhã, no Recife, Paulo Câmara receberá os governadores do Nordeste para uma reunião, no Palácio do Campo das Princesas, do Consórcio Nordeste. Será o primeiro encontro do grupo depois do surgimento de óleo no litoral nordestino. Além do desastre ambiental causado pelas manchas do petróleo cru nas praias da região, os gestores discutirão as consequências do problema para a pesca, o turismo e qualidade da água. 

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Observação: somente um membro deste blog pode postar um comentário.