ACADEMIA


quarta-feira, 27 de julho de 2022

Após decisão da Justiça Eleitoral, vídeo de Marília Arraes com Lula é bloqueado pelo Instagram

 


Após decisão da Justiça Eleitoral, um vídeo da deputada federal e pré-candidata ao governo de Pernambuco, Marília Arraes (Solidariedade), em que ela aparece posando ao lado do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT) e do ex-governador de São Paulo Geraldo Alckmin (PSB), acabou sendo bloqueado para que os usuários brasileiros visualizem no Instagram.

A informação foi dada pelo jornalista Lauro Jardim, do jornal O Globo. Em resposta a reportagem, a assessoria de imprensa de Marília Arraes disse que “a ação está em tramitação na Justiça Eleitoral e, por isso, ainda tem caráter liminar”, além de informar que a ação foi “movida pelo partido União Brasil”.

O partido em questão representa Miguel Coelho, pré-candidato ao governo do Estado. “A origem da representação nos surpreende. Mas isso é típico de quem está pendurado até o pescoço no governo Bolsonaro, não assume claramente que quer a continuidade do autoritarismo, e está em campanha para atrapalhar Lula em Pernambuco. Estão perdendo tempo à toa, porque o povo de Lula é Marília”, dizia o comunicado da assessoria de Marília Arraes.

Apesar da decisão liminar da Justiça Eleitoral, os advogados do partido Solidariedade pretendem recorrer. “Cientes que a pré-campanha não cometeu nenhuma ilegalidade, a Assessoria Jurídica da pré-candidata ao governo de Pernambuco irá apresentar, ao final do julgamento do mérito, os recursos cabíveis, caso sejam necessários”, finalizada a nota.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Observação: somente um membro deste blog pode postar um comentário.