ACADEMIA


sexta-feira, 29 de julho de 2022

Lula diz que, ao lado de Alckmin, quer fazer ’40 anos em 4′ no Brasil

 


Por: Raphael Felice – Correio Braziliense

O candidato do PT à presidência nas eleições de 2022, Luiz Inácio Lula da Silva, criticou pontos da economia brasileira pelas redes sociais na noite desta quinta-feira (28). O ex-presidente citou perda de prestígio nas relações internacionais brasileiras, na indústria automobilística e também regressão no Produto Interno Bruto (PIB) do Brasil.

Lula disse que quando deixou o governo, esperava que o Brasil ocupasse uma posição melhor no ranking da economia mundial 20 anos depois. O petista disse ainda que o país está retrocedendo.

“Quando deixei a presidência, imaginava que 10 anos depois, no ano que o Brasil completa 200 anos de independência, esperava que o Brasil estivesse entre a 6ª e 5ª economia mundial. Hoje vejo que estamos retrocedendo”.

“Os sonhos que eu tinha para o Brasil foram sendo destruídos. Sonhávamos com a Transnordestina, envolvendo três estados. Imaginava que hoje já estaria pronta a ferrovia leste oeste na Bahia. Alimentei o sonho do Brasil exportador de biodiesel. Não vimos esses avanços”, complementou.

Apesar das críticas de Lula, Bolsonaro exaltou a previsão de alta do Produto Interno Bruto brasileiro, que cresceu de 0,8% em abril para 1,7% — no levantamento do mês de julho. Durante a convenção nacional do Progressistas, o presidente afirmou que o Brasil está na “contramão do mundo”, pois cresce na economia enquanto outros países não estão em baixa.

Aliado de Bolsonaro, Arthur Lira também foi ao Twitter para criticar “pessimistas” sobre o crescimento da economia brasileira.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Observação: somente um membro deste blog pode postar um comentário.