ACADEMIA


terça-feira, 26 de julho de 2022

Apesar do aumento de assassinatos, faltam delegacias 24h nas cidades do interior de Pernambuco


 Em Pernambuco, 21 municípios do interior já registraram mais assassinatos no primeiro semestre de 2022 do que em todo o ano de 2021. Apesar disso, a maioria das delegacias não funciona à noite e nem nos fins de semana – problema crônico e que, cada vez mais, é ampliado pelo Estado.

No geral, as delegacias do interior só estão funcionando de segunda à sexta-feira, das 8h às 18h. Há algumas exceções, como as unidades policiais de cidades como Nazaré da Nata, Caruaru, Garanhuns, Palmares e Serra Talhada.

Quem precisa registrar queixa fora do horário comercial, nas cidades que não contam com plantão 24h, sofre com a falta do serviço.

Resultado: ou a vítima procura um município da região em que há unidade policial aberta, ou precisa esperar o dia seguinte (se for um sábado, precisa esperar até segunda-feira). Uma outra opção – a depender do crime – é o boletim de ocorrência pela internet (sds.pe.gov.br).

Durante os últimos anos, Caruaru, principal município do Agreste, foi alvo de preocupação das autoridades ligadas à segurança do Estado por causa da violência desenfreada.

Com investimento em mais policiamento – inclusive com novo batalhão da PM – e em operações para desarticular grupos criminosos, os números começaram a cair no ano passado. E, no primeiro semestre de 2022, houve queda de 53,8% nos assassinatos.

Cidade vizinha, Santa Cruz do Capibaribe vive situação oposta. Ao longo de 2021, a polícia somou 17 homicídios. Já no primeiro semestre deste ano, 18 vidas foram perdidas por causa da violência.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Observação: somente um membro deste blog pode postar um comentário.