ACADEMIA

tok china e loja de motos

tok china e loja de motos

quinta-feira, 8 de junho de 2017

Aeroporto de Serra Talhada terá capacidade de receber aviões bem maiores


Apesar de estar sendo preparado inicialmente para voos de médio porte, o aeroporto regional Santa Magalhães, em Serra Talhada, terá capacidade de receber pousos de grandes aeronaves.
Quem garante é o secretário estadual de Transportes, Sebastião Oliveira, que está à frente da reforma da pista do aeródromo.

A cidade, inicialmente, será contemplada com voos periódicos da Azul modelo ATR-72. Demonstrando otimismo, Sebastião Oliveira aguarda a confirmação da visita do Ministro dos Transportes, Maurício Quintella a Serra Talhada, para o final deste mês visando a assinatura do convênio com o governo federal para instalação do complexo aeroviário.

Nesse momento, a confirmação da chegada de Quintella depende da análise dos detalhes do projeto básico do aeroporto entregue semanas atrás por Sebastião ao ministro e ao secretário de Aviação Civil, Dario Rais Lopes. “Entreguei um projeto contendo tudo o que era necessário no aeroporto”, afirmou o secretário estadual, detalhando:

“A contrapartida do governo do estado era fazer a pista, que já foi verificada pela Azul e os técnicos do Ministério dos Transportes. A pista agora está com condições de pouso de até Airbus 319, quanto mais o avião que a Azul pretende usar, que é um ATR -72. Para se ter uma noção, o PCN, que é o peso que dimensiona o pavimento de uma pista de aeroporto, para receber um ATR-72 é preciso um PCN de 17 a 19… E eu construí em Serra Talhada um PCN de 33. Ou seja, bem acima de que era necessário para um ATR-72”.

Sebastião justificou que agiu dessa forma acreditando que Serra Talhada irá se desenvolver e crescer muito nos próximos anos. “Fiz isso porque acredito na potencialidade de Serra Talhada e que no futuro poderemos estar recebendo aeronaves de maior porte que um ATR-72 que já é uma grande aeronave e já faz a linha Recife/Fernando de Noronha. Será o mesmo modelo de avião que virá para Serra Talhada”, disse.

CONVÊNIO

Com a aprovação do projeto básico enviado pelo secretário, há a expectativa de liberação da primeira parcela do convênio com o governo federal no valor de cerca de R$ 7 milhões para dar início às primeiras construções. Dentre elas, o hangar de aeronaves e o terminal de passageiros.

O total do convênio é estimado em R$ 30 milhões. Sebastião disse ainda que, se confirmada a visita de Quintella para o próximo dia 30, após os trabalhos durante o dia, irá levar o ministro para um autêntico forró pé de serra aproveitando o fechamento do calendário junino na região.