ACADEMIA

tok china e loja de motos

tok china e loja de motos

segunda-feira, 26 de junho de 2017

No “jogo do ano”, Cássio pega pênalti, Corinthians bate Grêmio e dispara em 1º


A primeira derrota do Grêmio na Arena em 2017 não poderia ser mais dolorida. Com 54 mil pessoas na Arena, o Corinthians se valeu de organização defensiva, marcação implacável, contra-ataque mortal e uma dose de “estrelismo” do goleiro Cássio, ao defender pênalti de Luan, para vencer os donos da casa por 1 a 0 na tarde deste domingo, pela 10ª rodada do Brasileirão. No duelo do líder contra o vice, o “jogo do ano” até o momento, o Timão disparou na primeira colocação com certa folga. Agora, o Corinthians chega aos 26 pontos, quatro a mais que o Grêmio, que, apesar da derrota, continua em segundo.
As duas equipes foram a campo com o que melhor tinham para a partida. E o Grêmio começou em cima. O Corinthians se fechava com um 4-4-2 bem alinhado, deixando poucos espaços. Aos oito, Pedro Rocha fez o cruzamento fechado da esquerda, mas Ramiro não conseguiu o desvio. Aos 11, foi a vez do Timão chegar com força. Paulo Roberto roubou a bola no meio, deixou Geromel no chão e bateu cruzado. Marcelo Grohe tocou com a ponta dos dedos, e Bruno Cortez completou ao mandar pela linha de fundo.
Com o meio congestionado, o Grêmio tentou finalizar de longe. Primeiro, Luan cobrou falta lateral direto para fora. Depois, Pedro Rocha limpou o lance na intermediária e soltou a bomba. Cássio espalmou bonito. Aos 22, Luan cruzou na área do Corinthians, e Geromel, livre, tocou por cima. De novo de longe, aos 32, Barrios arriscou para defesa segura de Cássio. Aos 34, Fagner recebeu de Jô e caiu na área ao dividir com Bruno Cortez. O árbitro Wilton Pereira Sampaio mandou seguir.
Os times voltaram sem modificações para o segundo tempo. E num contra-ataque o Timão abriu o placar. Aos seis, Paulo Roberto tentou disparar pela esquerda e acabou beneficiado por um “passe” de Luan que tentava desarmá-lo. O toque do atacante fez a bola avançar e enganar Edílson. Assim, o volante corintiano foi até a linha de fundo e cruzou rasteiro. Jô fez o corta-luz e Jadson chutou de canhota, sem muita força, mas Marcelo Grohe deixou passar por baixo das pernas.
A primeira tentativa de empate gremista veio aos 10, em cobrança de lateral de Bruno Cortez direto para a área que Barrios cabeceou sem força para a defesa de Cássio. Aos 19, brilhou a estrela do goleiro corintiano. Pedro Rocha recebeu na área pelo lado esquerdo, conseguiu o toque para Luan, e o chute até saiu fraco, mas na cara de Cássio, que agarrou firme.
Então, Renato Gaúcho colocou o time à frente, com Fernandinho no lugar de Arthur. Logo após entrar, o atacante invadiu a área em tabela com Barrios, porém, adiantou demais, e o goleiro ficou com a bola. Depois, vieram Gastón Fernández e Everton nas vagas de Pedro Rocha e Edílson, enquanto os visitantes trocaram Rodriguinho e Paulo Roberto por Marquinhos Gabriel e Camacho.
Um escanteio aos 37 poderia mudar o rumo do jogo, mas Cássio brilhou. Na confusão dentro da área do Corinthians, Marquinhos Gabriel puxou a camisa de Geromel e derrubou-o: pênalti. Luan foi para a bola, deu duas paradinhas e chutou mal, no meio, para a defesa do goleiro corintiano. Aos 41, Everton bateu colocado da entrada da área, e a bola passou à esquerda do gol. Estava assegurada a vitória corintiana para disparar na liderança do Brasileirão.
Pelo Brasileirão, o Grêmio entra em campo no próximo sábado, às 16h, contra o Palmeiras, em São Paulo. Porém, na quarta-feira tem o primeiro duelo das quartas de final da Copa do Brasil diante do Atlético-PR, às 19h30, na Arena. O Corinthians também tem compromisso no meio de semana, pela Copa Sul-Americana, contra o Patriotas, às 21h45, na Colômbia. No domingo, recebe o Botafogo, na Arena Corinthians, às 16h, pelo Campeonato Brasileiro.