ACADEMIA

tok china e loja de motos

tok china e loja de motos

quinta-feira, 27 de abril de 2017

3ª MOSTRA PAJEÚ DE CINEMA DIVULGA FILMES SELECIONADOS


A 3ª Mostra Pajeú de Cinema divulga a seleção dos filmes que vão compor a programação de exibições de 14 a 20 de maio, em Afogados da Ingazeira, Sertão do Estado. São 37 curtas e 9 longas-metragens, totalizando 46 filmes de 10 estados, 22 deles inéditos em Pernambuco. A mostra, gratuita, acontece no Cine São José, conta além das exibições, com debates e oficinas. A curadoria é do crítico e pesquisador André Dib.
Em seu conjunto, os filmes selecionados apontam para lugares específicos onde a MPC tem buscado estabelecer sua identidade: a busca do debate político-social que se relaciona com a criação cinematográfica; e a dimensão da memória, destaque para a exibição do longa-metragem “Quelé do Pajeú” (Brasil, 1969), de Anselmo Duarte (“O Pagador de Promessas”), filme dado como desaparecido até ano passado, quando foi encontrado na Itália. Trata-se do primeiro filme rodado em 70mm e som estéreo, uma história de vingança no sertão protagonizada por Jece Valadão, Rosana Ghessa e Tarcísio Meira. Na ocasião será feita uma homenagem ao produtor do filme, Ruy Pereira.
Ainda no quesito memória, há o desejo de buscar soluções para a “casa” da MPC, o Cine São José, fundado em 1942 e que atualmente enfrenta dificuldades para continuar funcionando, pois não conta com a modernização técnica necessária para entrar na era digital. Para tanto, será concebido um programa especial, com exibições e encontros com especialistas.
Curtas – Entre os curtas exibidos pela primeira vez no estado estão, “O estacionamento”, “Ferroada”, “Não me prometa nada”, “Impeachment”, “Diamante – o bailarina” e “Vazio do lado de fora”, este último, recentemente selecionado para o Festival de Cannes. Outros importantes filmes da recente produção brasileira são “Estado Itinerante”, “Na missão com Kadu”, “KBELA” e “Solon”. De Afogados da Ingazeira será exibido o inédito “Luz, Câmera, Cinema”.
Longas - Até ano passado voltada para produções pernambucanas, a mostra de longas este ano amplia o foco para filmes brasileiros, apresentando pela primeira vez no estado obras urgentes como “Entre homens de bem”, uma crítica à onda conservadora que toma conta do Congresso Nacional, sob o ponto de vista do deputado Jean Wyllys; a ficção maranhense “Lamparina da Aurora”, dura e bela homenagem de Frederico Machado a seu pai, o poeta Nauro Machado; “Precisamos falar do assédio”, eficiente forma de tratar o tema de violência física e simbólica contra a mulher; e “Filme de Cinema”, uma nova abordagem para o que se convencionou a chamar de cinema infantil. De Pernambuco, “Martírio” e “Joaquim” olham de formas bastante próprias para a formação da sociedade brasileira e seus sintomas, que ecoam até hoje. Rodado no sertão do Pajeú (principalmente São José do Egito), “O silêncio da noite é que tem sido testemunha das minhas amarguras” parte do mote específico – a pessoa e os versos de Severina Branca – para fazer um panorama da poesia praticada na região.
OFICINAS
As inscrições para as oficinas da 3ª Mostra Pajeú de Cinema estão abertas e serão realizadas na semana que antecede ao evento Ao todo quatro oficinas serão ministradas na Secretaria Municipal de Assistência Social de Afogados de Ingazeira entre os dias 8 e 13 de maio: captação de som, edição, produção e crítica de cinema, distribuídas nos turnos da manhã, tarde e noite. Interessados devem preencher a ficha de inscrição, disponível no site www.mostrapajeudecinema.com.br.
A 3ª edição da Mostra Pajeú de Cinema é organizada pela Pajeú Filmes, com incentivo do Funcultura / Fundarpe, Secretaria de Cultura do Governo do Estado de Pernambuco e conta com apoio da Prefeitura de Afogados da Ingazeira, Vilarejo Filmes, Rádio Pajeú AM e Movimento #CineRuaPE.
FILMES SELECIONADOS:
* estreia no estado
** estreia nacional
Curtas
A Boneca e o Silêncio (SP, 2015, fic, cor, HD, 19’), de Carol Rodrigues*