ACADEMIA

tok china e loja de motos

tok china e loja de motos

quinta-feira, 27 de julho de 2017

Após polêmica, Serra Talhada dá desconto na taxa do lixo


Da mesma forma que no Recife, mudanças na cobrança da taxa do lixo provocaram polêmica em Serra Talhada, no Sertão. Sete meses depois de a Câmara dos Vereadores permitir ao prefeito Luciano Duque (PT) implementar a Taxa de Coleta de Resíduos Sólidos, também aprovada por lá no fim de dezembro, os vereadores decidiram nesta quarta-feira (26) aprovar um desconto de 30% sobre o valor. O prazo de pagamento da parcela única do imposto é no próximo domingo (30).
A sessão da Câmara para aprovar o desconto foi extraordinária, chamada durante o recesso, justamente por causa do prazo apertado até o vencimento dos boletos. Além da redução do valor, também foi aprovada uma compensação para os moradores que já pagaram o imposto.
Dos 16 vereadores que estiveram na reunião – um faltou -, 11 foram favoráveis ao desconto e cinco contrários.
Votaram a favor: André Maio (PRB), Agenor de Melo (PV), Francisco Pinheiro (PTB), Nailson Gomes (PTC), Manoel Enfermeiro (PT), Alice Conrado (PMB), José Raimundo (PTC), Ronaldo de Dja (PMN), Paulo Melo (PSD), Sinézio Rodrigues (PT) e Rosimério de Cuca (PMN). Os votos contrários foram de Antônio de Antenor (PR), Gilson Pereira (PROS), Jaime Inácio (PHS), Vera Gama (PR) e Dedinha Inácio (PR).
Em Serra Talhada, os contribuintes passaram a receber, depois da implementação da nova taxa do lixo, dois boletos: um para ela e o outro para o Imposto Predial e Territorial Urbano (IPTU). A mudança gerou dúvidas e reclamações dos moradores. No caso do Recife, foi extinta a Taxa de Limpeza Urbana (TLP) e substituída pela Taxa de Resíduos Sólidos Domiciliares (TRSD), mais cara, também rendendo polêmica.
Os projetos para aplicar o desconto foram colocados em discussão na última segunda-feira (24) e passaram pela primeira votação nesta terça-feira (25), em sessões extraordinárias.