ACADEMIA

tok china e loja de motos

tok china e loja de motos

terça-feira, 4 de julho de 2017

Greve reduz frota de ônibus na Região Metropolitana do Recife


Moradores da Região Metropolitana do Recife (RMR) estão com dificuldade para usar o transporte público de passageiros desde a 0h de hoje, com a deflagração da greve dos motoristas, cobradores e fiscais. De acordo com o presidente do Sindicato dos Rodoviários, Benilson Custódio, nenhuma linha circularia da 0h até às 5h. Depois desse horário, será liberada apenas 30% da frota, informa o sindicalista.
A paralisação, por tempo indeterminado, foi aprovada em assembleia realizada pelos trabalhadores quinta-feira passada. A categoria reivindica 7% de reajuste no piso salarial e 25% de aumento no vale-alimentação, além da permanência da atividade de cobrador nas linhas de ônibus. Os rodoviários decidiram pela greve, segundo o sindicato, por falta de diálogo por parte da classe patronal.
No início da tarde de ontem, Benício Custódio disse que não havia recebido nenhuma comunicação da Justiça do Trabalho sobre a paralisação dos rodoviários. "Vamos cumprir a Lei de Greve (nº 7.783/89) e manter 30% da frota em funcionamento", ressalta. Ele comentou que o percentual pode mudar ao longo do dia, se houver avanço nas negociações.
Hoje, o salário do motorista é R$ 2.113,01. O cobrador ganha R$ 971,97. Fiscais e despachantes recebem R$ 1.366,40. O vale-alimentação corresponde a R$ 225. A categoria é formada por 17 mil trabalhadores, sendo 14 mil motoristas, cobradores, fiscais e despachantes. Os demais atuam na garagem e no setor de manutenção, conforme Benilson Custódio.
Em nota, o Sindicato das Empresas de Transportes de Passageiros de Pernambuco (Urbana-PE), informou que tentou chegar a um acordo com os rodoviários, durante as negociações. "Buscou-se uma solução que atendesse ao máximo aos interesses da categoria, sem esquecer, entretanto, a atual realidade do setor de transporte público", afirma a entidade, no texto.
A Urbana-PE disse, ainda, que recebeu ofício da empresa Grande Recife Consórcio de Transporte, gestora do transporte público na Região Metropolitana, determinando a operação de 50% da frota nos horários de pico (5h às 9h e 16h às 20h) e 30% nos demais horários, durante a greve, para reduzir os transtornos à população.
Por dia, os ônibus que circulam na Região Metropolitana do Recife transportam cerca de dois milhões de passageiros. A frota é de 2,7 mil veículos.