ACADEMIA

tok china e loja de motos

tok china e loja de motos

terça-feira, 2 de maio de 2017

ALEPE homenageará José Marcos de Lima dia 22 de maio


O Deputado Estadual Rogério Leão esteve no Pajeú no final de semana para participar da homenagem da Câmara de Vereadores de São Jose do Egito ao ex-prefeito e ex-deputado José Marcos de Lima.
Em contato com a produção dos Programas Rádio Vivo e Cidade Alerta, Rogério anunciou que no dia 22 de maio a homenagem pelos 50 anos de vida pública de José Marcos será da Assembleia Legislativa.  Leão reconhece no político egipciense um exemplo para as novas gerações.
História: José Marcos de Lima nasceu em 29 de abril de 1939. Filiado ao PR, José Marcos de Lima foi vereador e prefeito de São José do Egito, deputado estadual por três mandatos e chegou a assumir o cargo de governador-interino do estado de Pernambuco por várias vezes.
Filho de José Custódio de Lima e de Maria de Lourdes de Lima, é  formado em Medicina Veterinária pela Universidade Federal da Paraíba (UFPB). É casado com a médica pediatra Dra. Maria Madalena Crispim Lima, com quem teve quatro filhos: Luciana Crispim Mayer Ramalho, Marcos César Crispim Lima, Fábio Marcos Crispim Lima e Janaina Crispim Lima.
Em 1974, iniciou sua vida pública ao eleger-se vereador de São José do Egito, sendo naquela época o vereador mais bem votado do pleito eleitoral. Foi eleito prefeito em 1982. Em 1990, foi eleito deputado estadual por Pernambuco pela 1ª vez, obtendo aproximadamente 21.000 votos, sendo reeleito em 1994 com aproximadamente 28.00 votos. Em 1996 foi eleito vice-prefeito do filho, Marcos César Crispim Lima. Para o terceiro mandato estadual, em 1998, teve cerca de 30 mil  votos.
Sua primeira derrota política foi em 2000, quando apoiou o pediatra José Ribamar Pinto Leal, candidato a prefeito de São José do Egito. Dr. Ribamar foi derrotado pelo seu ex-companheiro político, o odontólogo Paulo Vieira Jucá. Em 2004, foi derrotado por Evandro Valadares.
Depois de passar pelas prefeituras de ERecife e Jaboatão, apoiou o médico Gilvaney Venâncio, que perdeu. Não conseguiu voltar a Alepe em 2010, obtendo aproximadamente 27.000 votos. Em 2012, apoiou Romério Guimarães (PT), que venceu o pleito. Quatro anos depois, Romério perde com apoio de Zé Marcos para Evandro Valadares.