ACADEMIA

tok china e loja de motos

tok china e loja de motos

quarta-feira, 24 de maio de 2017

Obras do Centro Esportivo Santos Dumont começam nesta semana


O novo Centro Esportivo Santos Dumont, no bairro de Boa Viagem, começou a tomar forma. Isso porque esta última segunda-feira (22) marcou a assinatura da ordem de serviço para a reforma do local, que não passava por uma grande intervenção há mais de 40 anos.
A ação, que aconteceu no Palácio do Campo das Princesas, contou com a presença do governador do Estado, Paulo Câmara, e do secretário de Turismo, Esportes e Lazer de Pernambuco, Felipe Carreras, principais viabilizadores para o início das obras.
O novo projeto do Santos Dumont foi orçado em R$ 20 milhões, sendo R$ 16 milhões de investimento do Governo Federal e R$ 4 milhões do Governo do Estado. A previsão é de que as obras, que começaram já nesta terça-feira (23), estendam-se pelo prazo de 18 meses.
“É com grande satisfação que daremos início às intervenções no Santos Dumont, um pedido de toda a comunidade esportiva pernambucana. Com essa obra, vamos transformar o Centro em uma referência ainda maior para o desenvolvimento do esporte no nosso Estado em todos os âmbitos, desde a base até os profissionais”, ressaltou o secretário Felipe Carreras.
Nos últimos dois anos, o Centro Esportivo Santos Dumont vinha passando por cuidados paliativos, com melhorias na manutenção da piscina, reforma do dojô, pintura do muro, iluminação reforçada e uma reforma no vestiário do ginásio como as principais intervenções. Além disso, houve o oferecimento de novos serviços, como o de nutrição esportiva gratuita.
Desta vez a mudança será diferente: o Centro passará por uma reforma completa. No novo projeto, o Santos Dumont passará a ter parque aquático com piscina olímpica, de aquecimento e piscina de saltos; centro de esportes de praia (vôlei de praia, beach tennis, beach soccer, futevôlei e handbeach), campo de futebol 7 (society), quadra de tênis, pista de skate, academia ao ar livre, ginásio poliesportivo, arquibancada para a pista de atletismo, área para artes marciais, área para ginástica e dança, além de pista para caminhada e pista de atletismo (que já existe).
A intervenção no centro esportivo será feita por etapas. Isso porque a ideia é que as atividades no Santos Dumont não parem enquanto estejam acontecendo as obras específicas. Os primeiros locais que entram em reforma completa são o Parque Aquático, que terá a piscina esvaziada para o início dos trabalhos, e o Centro de Esportes de Praia, que terá seu espaço reservado para começar a construção. “Um dos diferenciais desse projeto foi a participação direta de representantes das federações, atletas e técnicos em cada novo espaço. É de fundamental importância termos essa contribuição em cada detalhe uma vez que essa grande reforma será em benefício da comunidade esportiva. Além disso, todos eles vão poder acompanhar de perto a evolução das obras”, finalizou Carreras.
HISTÓRICO DE NEGOCIAÇÃO – No início de 2015, os secretários Felipe Carreras e Diego Pérez (executivo) se reuniram com o então Ministro do Esporte, George Hilton, para apresentar o plano de trabalho voltado ao Centro, fato que agradou o então gestor. Já em 2016, Carreras se reuniu com o novo Ministro, Leonardo Picciani, que acertou a primeira liberação de verbas para tocar as obras no Centro: R$ 4 milhões.
Com recursos garantidos pelo Estado, tornou-se certo o início do novo projeto do Santos Dumont, que teve arquitetada a assinatura da ordem de serviço em recente visita, em abril deste ano, de Felipe Carreras a Leonardo Picciani no Ministério do Esporte, em Brasília-DF.